Ecos de Freire e o Pensamento Feminista: Diálogos e Esclarecimentos

Primeiras palavras

 

O tempo continua a ser de reivindicação e de afirmação de direitos. Vozes de mulheres cientistas, de vários campos concetuais, atravessam fronteiras para prestar testemunhos, negociar sentidos teóricos e metodológicos, e construir horizontes de uma cidadania outra com emancipação e humanização. Estes contributos alicerçam-se no diálogo com o pensamento frutífero de Paulo Freire numa perspetiva de amorosidade. Evidencia-se a busca de felicidade e de realização pessoal, que se delineiam como direito de todas as pessoas, e não apenas das mulheres, o qual, no enquadramento dos feminismos que aqui se apresenta, necessita de ganhar lugar em todos os contextos de vida. O tempo – este tempo – reclama a visão da história como possibilidade, com que Freire nos brindou, e que este livro tanto ilustra como procura alimentar.

Esta iniciativa vem ampliar a colaboração com o Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania de Marília (SP), envolvendo um conjunto amplo de participantes. Agradecemos também a colaboração de Márcia de Oliveira (escultora), Pedro Granadeiro (fotógrafo) e Rita Macedo Nóbrega (artista plástica) que ajudaram a realizar este sonho, com a oferta dos seus trabalhos para a capa.

 

Eunice Macedo

 

Nóbrega (artista plástica) que ajudaram a realizar este sonho.
Com a oferta dos seus trabalhos para a capa.